quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

PICHE (CART 2440) – Parte 1 - Actividade Operacional no período de Novembro e Dezembro de 1968 e Janeiro de 1969.

ACTIVIDADE OPERACIONAL
                 Cracha cart 2440 (2)                       
Até final do mês de Janeiro de 1969, o IN praticamente não se manifesta, apenas havendo a assinalar. 

Em consequência dessa ausência nota-se uma calma total entre as populações que desenvolvem a sua actividade de maneira absolutamente normal, mostrando-se confiante nas NT.

Durante os meses de Novembro e Dezembro de 1968 e Janeiro de 1969, efectuam-se vários patrulhamentos e montam-se várias emboscadas; são levadas a cabo várias Operações e Acções. 

Em 24nov68 – um Grupo de combate da Cart 2440 patrulha as vias de acesso às tabancas de Norte e Sul de Piche.

Em 26nov68 – a Cart 2440 inicia a Operação «MURÇA» que consiste num patrulhamento de combate na zona do sub-sector a Norte da estrada de Nova Lamego e fazendo limite com a do BCaç 2835. 
A 27Nov68 a Cart 2440 termina a sem contacto nem vestígios IN.

Em 10dez68 – começa a Operação «MICRÓBIO» executada pela Cart 2440 e que consta de um patrulhamento de combate passando por Cambajã, Camidina, Tambandinto e Sutocó. 
A 11dez68 termina sem vestígios nem contactos IN.

picheoperaçãoMICÓBIO

Em 16dez68 – a Cart 2440 dá início à Operação «MANCARRA» – patrulhamento passando por Bentem, Dembacunda, Tambandinto, Sutocó e Sagoiá
Em 17dez68 termina, sem nada assinalar.

Em 21dez68 – início da Operação «MATACANHA», que consiste num patrulhamento de combate, partindo de Piche e seguindo até Segar e Sinchã Dadi, com regresso por Canhamonde, executada pela Cart 2440. A 22dez68 termina sem indícios nem contactos IN.

Em 03Jan69 – a Cart 2440 dá início à Operação «MIMI», que consiste num patrulhamento de combate passando por Madina Tambachã, Tambansinto, Cojane, Colicunda, Sutocó, Coache, Sagoiá. Em 04JAN69 termina a Operação sem contactos nem vestígios IN.

Em 09Jan69 – um Grupo IN não estimado, entrou às 18:30 horas, por três direcções na povoação de Ieromaro (Nova Lamego 7 A-6) armado de armas automáticas 7,62mm.
Não executou fogo. 
Roubou roupas à população e fugiu. 
A informação foi fornecida por um nativo de Ieromaro, que chegou ao Bart 2857 às 21:00 horas, de bicicleta.
Dois Grupos de combate da Cart 2440 com uma secção de caçadores nativos, dirigem-se às 21:30 horas, em viaturas, até Bentem e depois apeados até Cambajã.
Foram executadas concentrações de fogo de artilharia flagelando os itinerários para Ieromaro, do lado Sul, causando dois feridos entre a população civil, um ligeiro, e outro dando origem a evacuação.

Em 10Jan69 – a Cart 2440 actua em coordenação com a CCaç 2403.
Não houve contactos com o IN; são encontrados vestígios da sua fuga para Sul.
Regressa a Piche a Cart 2440.
De salientar a atitude do Régulo de Piche, que, voluntariamente acompanhou as NT.

Em 10Jan69 – o Comandante do Bart 2857 desloca-se a Nova Lamego, a fim de tomar parte na Operação de perseguição ao IN, revelado, em 09JAN69, em Ieromaro.

Em 11Jan69 – a Cart 2440 parte para Nova Lamego, a fim de tomar parte na Operação de perseguição ao IN, revelado em Ieromaro, na Operação «CHEGA PERTO».

Em 12Jan69 – a Cart 2440 regressa do Sector L-3 (Nova Lamego) da Operação «CHEGA PERTO»

Em 13Jan69 – regressa o Comandante do Bart 2857, que fora comandar, no Sector L-3, a Operação «CHEGA PERTO».

Em 15Jan69 – o Comandante do Bart 2857 desloca-se a Nova Lamego, a fim de tratar de assuntos Operacionais, regressando no mesmo dia.

Em 16Jan69 – o Comandante do Bart 2857 visita os trabalhos de organização de auto-defesa em Sinchã Lali.

Em 17Jan69 – a Cart 2440 dá início à Operação «DEVE COMER», que consiste num patrulhamento de combate na região Norte do subsector, passando por Capassa, Sagar, Sinchã Moli, Binam Alimo, Sinchã Dadi e Sinchã Lali.

PicheOperaçãoDEVECOMER 

Em 18Jan69é antecipado o fim da Operação «DEVE COMER», devido ao facto de o efectivo empenhado ser necessário para guarnecer o aquartelamento de Canquelifá para a Cart 2439 poder efectuar a Operação «GOMA FRESCA»

Em 18Jan69 – o Comandante do Bart 2857 desloca-se a Canquelifá. Regressa no mesmo dia.

Em 22Jan69 – a Cart 2440 desloca-se ao Sector L-3 a fim de tomar parte na Operação «PENETRA CERTO». Em 25Jan69 a Cart 2440 regressa do Sector L-3 após ter participado na Operação.

Em 22Jan69 – o Comandante do Bart 2857 desloca-se ao Sector L-3 a fim de comandar a Operação «PENETRA CERTO».  
Em 25Jan69 o Comandante do Bart 2857 regressa de Nova Lamego onde se deslocara a fim de comandar a Operação «PENETRA CERTO».

Em 23Jan e 24Jan69 – o 12.º PEL ART.ª executa fogos de apoio à Operação «PENETRA CERTO» (Sector L-3).

Em 29Jan69 – regressa de Camajabá o Grupo de combate da Cart 2440 que ali se encontrava em reforço aquele destacamento.

Em 29Jan69 – pelas 20:30 horas dois civis de Cambajã, apresentaram-se na Sede do Bart 2857 informando terem detido junto da sua tabanca um elemento suspeito. 
A Cart 2440 parte a fim de patrulhar a zona de Cambajã
Em 30Jan69, regressa a Cart 2440 sem ter encontrado qualquer vestígio IN.

Vide Poste
Foto do Bart 2857: Direitos Reservados